Escola Secundária Braamcamp Freire

O LCV é um espaço para ti. Frequenta-o!

Pesquisar este blog

Juno em Júpiter

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Hoje, às 23h18, horário da costa leste dos Estados Unidos (+ 5h em Portugal) a sonda Juno chega a Júpiter. A Juno foi baptizada com o nome da deusa que, na tradição romana, foi a mulher de Júpiter e era capaz de ver através das nuvens.  A Juno partiu da Terra a 5 de Junho de 2011, fez um movimento circular que ultrapassou a órbita de Marte, voltou até à Terra e aproveitou o impulso dado pela sua gravidade para finalmente viajar até Júpiter, percorrendo nestes quatro anos e 11 meses 2800 milhões de quilómetros. A sonda será assim capturada pela gravidade de Júpiter e, fazendo um ajuste à rota, irá lançar-se para realizar algumas órbitas até iniciar, a 9 de Novembro, 33 órbitas, com a duração de 11 dias, cuja trajectória foi traçada para evitar a potente magnetosfera de Júpiter, que é 20 000 vezes mais forte do que a da Terra. Durante estas trajectórias, a sonda chegará a estar a apenas 4200 km de Júpiter.
Os nove instrumentos da Junovão estar a funcionar durante as 33 órbitas a Júpiter. Um desses instrumentos é uma câmara a cores para uso do público em geral, que poderá escolher as partes do planeta a fotografar. Dois transmissores vão trocar sinais com a Terra, para analisar a influência gravítica de Júpiter, e inferir a sua estrutura interna; um magnetómetro vai criar um mapa tridimensional da magnetosfera do planeta, um radiómetro vai analisar microondas emitidas pelo planeta para detectar a composição das nuvens e um detector de partículas vai analisar como é que elas interagem com a magnetosfera de Júpiter.
A missão da Juno durará um ano. Tudo acabará quando ela mergulhar na atmosfera de Júpiter.


 
Theme by New wp themes | Bloggerized by Dhampire